Como seria a vida conjunta de Harry e Sirius?

Lembras-te da primeira vez em que terminas-te de ler Prisioneiro de Azkaban, e em que a espera pelo lançamento de “ Harry Potter e o Cálice de Fogo” se tornou insuportável?

Obviamente que isso se deve a várias razões, por exemplo, Harry Potter ser o motivo da tua vida.

Mas para nós, nós queríamos ver mais de Sirius Black, um resiliente ex-condenado que acabou por ser um homem inocente. No final de contas, Sirius era simplesmente o melhor, e após um comentário com Harry sobre viverem juntos, isso tornou-se em tudo o que queríamos para estes dois.

Até ao fim de “ Ordem de Fénix”, foi impossível para os fãs não sonhar acordados sobre o tipo de vida que Harry e Sirius poderiam ter juntos, se apenas o nome de Sirius fosse “limpo”! Onde está a justiça? Durante uma trágica batalha contra dos Comensais da Morte, no Departamento dos Mistérios as nossas esperanças, corações e vidas, foram arrasadas. (Levantem a mão se usaram preto na manhã do dia seguinte a terminarem de ler o quinto livro. SIRIUS BLACK, poderás dizer.) (Desculpa.)

Então, sem demoras, vamos torturar-nos um pouco mais e imaginar como seria a vida de Harry e Sirius, caso tivessem continuado juntos.

Sirius teria dado a Harry o amor que os Dursleys nunca deram

Sirius and Harry talking in the department of Mysteries

Depois da morte de Sirius, Dumbledore percebeu que Sirius era “ a coisa mais parecida com um pai” que o Harry alguma vez tinha tido. Desde que Sirius entra na vida de Harry, ele assume esse papel de forma natural.

No final de Prisioneiro de Azkaban- Harry descobre que foi Sirius quem lhe ofereceu a misteriosa Firebolt como compensação pelos 13 anos, em que falhou os seus aniversários (mais que justo!) mas ele também faz tudo ao seu alcance para exercer na sua posição de padrinho de Harry.

Apenas o facto de ter assinado a permissão para ir a Hogsmeade, algo que os Dursleys nunca fizeram, foi algo gigantesco para Harry. Maior que a Firebolt.

Eles teriam jogado Quidditch juntos

No Image

Muito antes da Firebolt, nós descobrimos, bem mais tarde, que na verdade também foi o Sirius o responsável por oferecer a Harry a sua primeira vassoura. Harry lê uma carta escrita por Lily a Sirius, e descobre que ele foi particularmente conquistado por uma pequena vassoura de brincar que Sirius lhe ofereceu no seu primeiro aniversário. Demasiado fofo para descrever, nós sabemos.

Sirius claramente semeou o amor ao Quidditch na cabeça de Harry. Se ao menos nós pudéssemos ver mais momentos destes…

“Caro Padfoot, Muito, muito obrigada pelo presente de aniversário que enviaste para o Harry! Foi o que ele mais gostou até agora. Um ano de idade e já dispara pela casa montado na vassoura de brincar, tão vaidoso que até juntei uma fotografia para tu veres. Sabes, a vassoura só levanta uns sessenta centímetros do chão, mas ele quase matou o gato e partiu um vaso horrível que Petúnia me mandou no Natal (nada contra). “

Harry Potter and The Deathly Hallows

  Harry teria um adulto com quem poderia falar dos seus problemas

Sirius as the big black dog with Buckbeak in the cave in Hogsmeade.

Apesar de Sirius só aparecer – em carne e osso- em três dos sete livros de Harry Potter, ele marcou de forma profunda e duradoura os leitores, e o próprio Harry.

Uma das coisas mais bonitas da relação de Harry e Sirius, era que Harry se sentia completamente confortável para procurar o padrinho quando precisava de conselhos. Honestidade e uma boa comunicação não é sempre fácil em qualquer relação, mas Harry e Sirius eram muito francos um com o outro.

Lembra-te, Sirius foi quem lutou com Harry, para saber o que estava a acontecer com Voldemort durante “Order of the Phoenix”, enquanto Molly – outra importante figura parental para Harry- o tentava proteger. Quando Harry necessitava de alguém com quem falar durante o ano, era com Sirius que conversava, apesar deste se colocar em grande perigo- arriscando-se a voltar para Azkaban apenas para dar conselhos ao jovem rapaz.

Sempre que Harry precisava de uma conversa motivadora de Sirius, ele era a pessoa que sabia sempre o que dizer. Mas tragicamente as conversas entre os dois eram sempre fugazes: através de uma lareira e/ou sempre escondidos em algum sítio devido à situação de condenado procurado de Padfoot. Se apenas tivessem mais tempo para terem uma conversa de forma adequada…

Deus sabe como o Harry precisava de mais conselhos sobre raparigas.

 Eles poderiam ter sido a família um do outro

Sirius hugs Harry in Grimmauld Place.

Em Hogwarts, Harry criou a sua própria família “Mágica” com Ron e Hermione, os outros Weasleys, Hagrid, e os restantes. Mas uma família amorosa e com quem viver (o que exclui os Dursleys), é algo do qual o Harry sempre sentiu falta, e algo que o Sirius poderia ter sido. No final de contas, os dois precisavam de uma família, e James e Lily criaram uma ligação entre ambos.

Quando a família de Harry lhe foi roubada, Sirius ficou sozinho. Se Sirius continuasse vivo após aquele terrível dia no Ministério, tu simplesmente sabes que Harry e Sirius teriam estado lá um para o outro.

Fonte: Pottermore

(Visited 192 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

1.900 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>