Uma nova magia negra apresentada em “Fantastic Beasts” poderá explicar um dos maiores mistérios de “Harry Potter”

Aviso: Este post contêm spoilers do filme “Fantastic Beasts and Where to Find Them.”

credence fantastic beasts

Parte da diversão da série de J.K Rowling “Harry Potter”, é aprender sobre o seu universo mágico. A cada novo livro fomos apresentados a novos conceitos de magia, inventados por ela. Em “Harry Potter and the Chamber of Secrets”, foi o basilisco e a Câmara dos Segredos. Em “Prisioner of Azkaban”, foram os “dementors”, os “time-turners”, e os patronos. E assim por diante.
Em “Fantastic Beasts and Where to Find Them”, o novo filme de Rowling que será uma série relacionada com o mundo de “Harry Potter”, a autora continua com essa tradição. O grande novo conceito mágico que ela nos apresenta é o “Obscurus”.
Um “Obscurus” é um tipo de parasita mágico que se forma quando uma bruxa ou feiticeiro suprime as suas habilidades mágicas. Se eles não realizarem feitiços é como se a magia deles se virasse para dentro e se alimentasse deles.
O “Obscurus” eventualmente acaba por matar o hospedeiro. O parasita chama-se “Obscurus”, e a pessoa que está a ser usada como hospedeira é chamada de “Obscurial”. Se não forem controlados, os “Obscurials” podem ser extremamente perigosos.
Um “Obscurus” tem a aparência de uma nuvem cinza. Quando um “Obscurial” perde o controlo, eles ficam com uma forma semelhante. Podes também, por vezes, ver em relance um rosto dentro deles.

Em “Fantastic Beasts”, sabemos que Scamander capturou um “Obscurus”.
O primeiro “Obscurus” que vemos está em custódia de Newt Scamander, a personagem principal de “Fantastic Beasts”. Jacob Kowalski, um “No-Maj” (um termo americano-inglês que se refere a pessoas sem magia) de quem Scamander é amigo, está a passear na mala de Scamander.

credence graves fantastic beastsPercival Graves encarrega Credence Barebone de o ajudar a encontrar o “Obscurial”. Pouco sabia ele…

O interior da mala expande-se de forma mágica, tornando-se num espaço gigante que se assemelha tanto a um estúdio de cinema como a um jardim zoológico. Está dividida em diferentes secções, e cada uma é um diferente habitat para as criaturas de Scamander. Uma dessas secções é uma paisagem gélida e com neve.
Dentro dela está um “Obscurus” a flutuar dentro de uma bolha transparente. Aparenta ter cerca de 60 a 90 cm de diâmetro.
Kowalski aparenta estar encantado por ele, mas Scamander ordena-lhe que se afaste dele. Scamander afirma ter capturado este “Obscurus” no Sudão, três meses antes. Aparentemente matou uma menina ou uma mulher- “Ele tinha 8 anos quando ela morreu”, contou Scamander. Os “Obscurials” raramente vivem além de dez anos, e eram mais comuns há uns séculos atrás, quando as bruxas e feiticeiros tinham de esconder os seus poderes dos “No-Maj” com medo da perseguição.

Um “Obscurial” mata um “No-Maj”, ameaçando o segredo da comunidade mágica.
Como em “Harry Potter”, a comunidade mágica de “Fantastic Beasts” – que ocorre em Nova Iorque no ano de 1926- está escondida da comunidade não mágica. MACUSA (Magical Congress of the United States of America) é ainda mais secreta que o Ministério da Magia, proibindo o contacto entre “No-Majs” e a comunidade mágica.
Desde do inicio do filme que a MACUSA está em alerta máximo. Uma misteriosa força mágica-uns desconfiam que é uma criatura, outros suspeitam que terá algo de relacionado com Grindelwald – está a destruir Nova Iorque, e a desaparecer de seguida. Percival Graves, o principal auror da MACUSA está responsável pelo caso. Pela descrição parece ser um “Obscurial”.

obscurial fantastic beasts 2
Mais tarde no filme, um “Obscurial” – possivelmente o mesmo- invade um jantar em honra de Henry Shaw Jr., um senador de Nova Iorque. Enquanto Shaw está a discursar frente a uma audiência cheia de gente influente, ele é elevado no ar e assassinado de seguida.
Scamander analisa o corpo de Shaw e reconhece que ele foi morto por um “Obscurial”, pelas marcas no seu rosto. Antes de Scamander capturar um no Sudão, não era visto nenhum há 200 anos.
Os “No-Majs”, começam a suspeitar que algo de incomum se passa. Alguns começam a acreditar na teoria que existe magia no mundo. O segredo do mundo mágico está em risco de se tornar do conhecimento público.

Credence Barebone é, no fim de contas o “Obscurial”.
Graves encarrega Credence Barebone de o ajudar a encontrar um “Obscurial”. Credence é um órfão, que com a sua irmã Chastity, são adotados por uma “No-Maj” abusiva e violenta, que é uma ativista anti magia, Mary Lou. Graves tem a “visão” que o “Obscurus”, é uma jovem rapariga, com cerca de 10 anos.

“Obscurials” podem infiltrar-se nas paredes. Aqui está um na estação de City Hall.

Durante o filme a suspeita é que uma das suas irmãs mais novas, Chastity ou Modesty, poderá ser o “Obscurial”; porém, acaba por ser o próprio Credence. Ele é mais poderoso do que o normal, porque é um adolescente, muito mais velho do que o comum hospedeiro “Obscurial”.
O que não descobrimos é se alguma das irmãs de Credence também é um “Obscurial”. Chastity possui uma varinha falsa, e talvez ou talvez não, tenha estado a tentar praticar magia com ela. Nós sabemos que ela é irmã biológica do Credence, portanto ela faz parte da linhagem mágica.
E então a Modesty? Ela é identificada por ter poderes mágicos, e ela e Credence tratam-se como irmãos, apesar de saberem que não tem ligação biológica entre eles. Porquê? E porque motivo Graves pensou que ela tinha poderes mágicos, se de qualquer das formas eles não eram irmãos de sangue?
Se a Modesty ou a Chastity são também “Obscurials”, em conjunto com Credence, nós não sabemos. Nós não ficamos a saber o que aconteceu com elas. E também não ficamos com a certeza se foi o Credence, ou alguma delas, responsável pelos anteriores ataques de “Obscurial” na cidade de Nova Iorque.

Grindelwald queria um “Obscurial” para expor a comunidade mágica.
No fim do filme, descobrimos que Graves era Gellert Grindelwald, um poderoso feiticeiro das trevas, disfarçado.
Grindelwald acredita que as leis que mantêm a comunidade mágica e os “No-Majs” separados, visa apenas beneficiar os “No-Majs” à custa dos feiticeiros e bruxos. Ele quer encontrar um “Obscurial” e libertá-lo no mundo. Fazendo isto ele poderia iniciar uma guerra entre “No-Majs” e a comunidade mágica, na qual ele poderia vencer e impor a classe dominante dos bruxos sobre os comuns humanos.

“Obscurials” são perigosos.

No fim do filme, apesar de Credence, na sua “Obscurial” forma, ser derrotado, um pouco dele consegue escapar, provavelmente voltando em filmes futuros. Poderá Grindelwald encontrar uma forma de se libertar da MACUSA para continuar a sua caça por um “Obscurial”?

“Obscurials” e a conexão de “Fantastic Beasts” e “Harry Potter
O conceito de “Obscurial” poderá ajudar a explicar um momento confuso em “Harry Potter”.
A morte de Ariana Dumbledore, a irmã mais nova de Albus Dumbledore, destruiu a amizade de Dumbledore e Grindelwald. Mas não está muito claro como é que isto sucedeu.
Nós sabemos que Ariana morreu com 14 anos. Ela era doente. Ela nunca frequentou Hogwarts ou foi ao “St Mungo´s Hospital for Magical Maladies and Injuries”. Em vez disso, os seus irmãos Albus e Aberforth cuidaram dela. Muriel Weasley especula em “Harry Potter and the Deathly Hallows” que ela era uma “squib” e que ela foi responsável pela morte da sua mãe, Kendra Dumbledore.

Um retrato de Ariana Dumbledore no filme “Harry Potter and the Deathly Hallows: Part 2.”

Mais à frente no livro, Aberforth Dumbledore, irmão de Ariana e Albus, faz uma clara avaliação da vida dela. Quando Ariana tinha seis anos, ela foi atacada por rapazes Muggle.
“Isso destruiu-a, o que eles fizeram: Ela nunca ficou bem novamente,” disse Aberfoth. “Ela não usava magia, mas não se conseguia livrar disso, tornou-se íntimo e levou-a à loucura, explodiu para fora dela e ela não podia controlar, por vezes ela era estranha e perigosa. Mas maioritariamente ela era doce, inofensiva e assustadiça.

“(Se) o Ministro soubesse no que Ariana se tinha transformado, ela teria sido fechada em “St.Mungo´s” para sempre. Eles teriam olhado para ela como uma séria ameaça para o “International Statute of Secrecy”, desequilibrada como ela estava, com magia a explodir dela nos momentos em que ela não conseguia aguentar mais.”
Isso soa…exatamente como um “Obscurial”! Um “Obscurial” é uma pessoa mágica que não pratica magia. Isso torna a pessoa estranha e perigosa quando não está controlada, fazendo a magia explodir de dentro de si. E é definitivamente uma ameaça ao “International Statute of Secrecy”.
Para manter a Ariana a salvo e sossegada, a família mudou-se para “Godric´s Hollow”. Quando ela tinha 14 anos, “ela teve uma das suas fúrias” e matou a sua mãe. Aberforth arrependeu-se por não ter estado lá e a ter acalmado. E em “Fantastic Beasts and Where to Find Them”, Scamander e Tina tentam acalmar Credence Barebone de forma a ajudá-lo a controlar o “Obscurus”.

harry potter and the deathly hallows aberforth dumbledoreAberforth Dumbledore.

Como um “Obscurial”, Ariana não praticava qualquer magia, por isso faz sentido as pessoas acreditarem que ela era uma “squib”. Graves também acreditava que Credence era um “squib”.
Num duelo a três entre Grindelwald, Albus e Aberforth, Ariana tentou intervir para por termo ao duelo, mas acidentalmente foi morta.

Tudo isto explica o porquê de Grindelwald estar à procura de um “Obscurial”, ou como é que ele consegue reconhecer um. Durante “Fantastic Beasts”, um feiticeiro afirma que não são vistos há séculos. Bem, talvez Grindelwald tenha visto um e ele soube pelo que procurar.
Libertar um “Obscurial” seria, nas palavras de Aberforth, “uma séria ameaça ao “International Statute of Secrecy”” – o que é exatamente o que Grindelwald quer. Uma vez que os bruxos sejam expostos ao público, ele poderá fazer com que estes se oponham contra os “No-Maj”.

Fonte: Business Insider

(Visited 4.396 times, 4 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

1.561 Spam Comments Blocked so far by Spam Free Wordpress

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>